Tuesday, May 31, 2011

Por que os americanos são assim?


Este é o título de uns dos livros que eu acabei de ler sobre cultura americana. Aprendi algumas peculiaridades sobre o comportamento americano.

Lição 1: Com o sucesso, não se discute!

Tradução: 
Guri: Ouvi falar que a média geral de George W. Bush em Yale foi "C". É verdade?
Guria: Sim.
Guri: Mas como os americanos puderam eleger alguém assim para ser presidente?
Guria: Eu não sei. Mas com o sucesso, não se discute.

O sucesso aqui é tão importante que eles passam muito tempo planejando e organizando suas metas. Eles (os americanos) têm metas para 2, 5, e até 10 anos. Pode ser metas grandes ou pequenas, como ir em três lugares até às 10h da manhã. Se não conseguem ficam estressados e frustrados. 

Uma boa maneira de fazer amizade com um americano é ajudá-lo a realizar uma dessas metas, você será tratado muito bem! 

Lição 2: Tempo é dinheiro!

Esta, quase todo mundo conhece! Eles valorizam muito o tempo. Nós brasileiros quando nos despedimos de alguém, geralmente dizemos: " tenho que ir, tenho muitas coisas para fazer, estou com pressa, etc...
Aqui nós dizemos ao contrário: bem, vou deixar você ir, você deve estar ocupado, não deixe me tomar o seu tempo, etc...
Você viram a diferença? Aqui é muito importante valorizar o tempo do outro. Eu noto que os americanos ficam felizes quando eu digo "não deixe-me tomar seu tempo", pois estou valorizando o tempo deles. Assim, eles vão sempre querer falar mais comigo. Principalmente se eu falar isso no meio de uma conversa interessante. Assim me despeço no melhor momento e não deixo a conversa ficar chata. 

Lição 3: Deus ajuda quem se ajuda!


Tradução:
Guria: Passei! Graças a Deus, passei!
Guri: Como assim "Graças a Deus"? Você estudou feito louca para este teste.
Guria: Eu sei, mas Deus ajuda quem se ajuda!

Para os americanos, Deus tem um olhar favorável para as pessoas que tomam iniciativa. Se você quer alguma coisa, lute por isso.

Espero que tenham gostado desta aula de cultura! :)


19 comments:

  1. Legal saber disso! A parte de se despedir antes da conversa ficar chata então... Bem que podíamos adotar esse costume no Brasil! =)

    ReplyDelete
  2. Oi, Cíntia! Realmente é diferente. No início, senti dificuldade para entender. É que no Brasil ficamos horas conversando até não ter mais assunto. Aqui tudo é muito rápido. As pessoas não querem ficar a toa... Abraços!

    ReplyDelete
  3. Oi Waleska, tudo bem? Vi que vc conseguiu sua carteira de motorista. Minha prova prática é nessa sexta, to ansiosa e nervosa, mesmo dirigindo há 8 anos já hehehe
    Como é o teste? Vc fez aqui em Franklin? Tem que fazer paralel parking? aiaiaiaiaia

    ReplyDelete
  4. Oi, Priscila!

    O teste é simples, a inspetora deu uma volta comigo que durou uns 15 minutos, não teve estacionamento. Ela também vai checar se você sabe usar os comandos do carro, tipo paraprisas, luzes, pisca alerta, etc. É bom checar a "check list" que eles deram no final da prova escrita. Não se preocupe, tudo que é adolescente de 16 anos passa! :) Boa sorte!

    ReplyDelete
  5. Melhor eu passar viu, pq não aguento mais dirigir sem carteira, hehehehe

    ReplyDelete
  6. Oi!
    muito interessante essas diferenças culturais! Quando vivemos num país diferente aprendemos coisas que geralmente não saberíamos!
    Legal tu compratilhares com a gente!
    Bj!
    Marília

    ReplyDelete
  7. Oi, Marília!

    É verdade, por mais que a gente assista filmes, ou leia sobre uma certa cultura, é sempre diferente quando convivemos no meio dela. Eu sempre tenho em mente que qualquer coisa estranha que aconteça "não é nada pessoal", é cultura! :)

    ReplyDelete
  8. Meu nome é Clara:
    oi waleska!!hoje li seu Blog e adorei,mas fiquei mais impressionada por você ser uma brasileira morando nos EUA.Eu sempre quis morar mais é super difícil,como você conseguiu? Você poderia me ajudar?
    Agradeço desde já.8)

    ReplyDelete
  9. Oi, Clara!

    Realmente este é o sonho de muito brasileiro. Eu sou casada com um americano. Nos conhecemos no Brasil enquanto ele trabalhava como missionário, e depois de nove anos é que nos mudamos para cá. O meu conselho é que você estude bastante inglês e procure uma agência que faça trabalhos temporários no Brasil como "STB travel" e experimente um temporada aqui. Esta agências são boas porque elas organizam todos os seu documentos e você entra de maneira legal no país. É claro que você paga por este serviço, mas vale a pena.:) Boa sorte!

    ReplyDelete
    Replies
    1. Uhmmmm conseguiu o caminho mais fácil para o GreenCard né?

      Delete
  10. Muito Obrigada Waleska.8)))

    ReplyDelete
  11. Amei!!! Ha sempre um ponto de vista diferente na nossa cara!

    ReplyDelete
  12. oi, Lota!

    É verdade! Mas no fundo somos todos iguais! hehehe

    ReplyDelete
  13. Waleska

    Muito interessante este ponto de vista sobre o "tempo" das pessoas.

    O que mais admiro em paises desenvolvidos (USA entre eles) é o respeito ao outro antes do nosso "direito". Por isso estas sociedades funcionam.
    Mais uma vez parabÉns pelo seu Blog que, para mim, já se tornou um leitura obrigatória.

    Carlos Augusto - Poa/RS

    ReplyDelete
  14. Oi, Carlos Augusto!

    Assim eu fico sem jeito! Que responsabilidade você está colocando nas minhas costas! hehehe! Mas é verdade, estou aprendendo muito com estes pequenos detalhes. Isto também facilita a minha adaptação aqui. :)

    Abraços!

    ReplyDelete
  15. Oi Waleska! Eu estava fazendo uma busca e encontrei o seu blog, muito interessante por sinal! Minha estória é muito similar a sua: Conheci meu marido enquanto ele servia como missionário no Brasil, nos casamos 1 ano depois no Brasil mesmo, e moramos aqui por quase 3 anos. Agora moro nos Estados há pouco mais de 1 mês, precisamente em Arkansas. Vim com meu filho de 15 meses, e tá sendo muito difícil pra mim a adaptação, principalmente porque deixei muitas pessoas que amava lá! Sinto-me deprimida pela dificuldade de me relacionar com as pessoas aqui. Como você tem feito com esta questão?

    ReplyDelete
  16. Olá Belize!

    Nos mudamos em Janeiro, tanto eu como meu marido temos sentido isso que você está sentindo. Meu marido ficou no Brasil durante 9 anos, ele é praticamente bem brasileiro. Aqui levamos muito tempo para fazer uma amizade forte com um americano. Um mês ainda é pouco para se adaptar, dê tempo ao tempo. Você vai gostar de viver aqui.

    Se você quiser conversar mais sobre isso de maneira privada, me mande um e-mail: waleskarehbein@gmail.com

    Quem sabe possamos trocar idéias! :)

    ReplyDelete
  17. OLÁ WALESKA,
    ACHEI SEU BLOG POR ACASO E ESTOU ADORANDO LÊ-LO. ESPERO QUE VC ESCREVA MAIS VEZES.
    EM RELAÇÃO A ESTE LIVRO, ACHEI MTO INTERESSANTE, MAS NÃO ENCONTRO POR AQUI PARA COMPRAR. VC SABE AONDE EU POSSO ACHÁ-LO?

    PARABÉNS PELO BABY, ELE É UMA GRAÇA!
    LÍVIA BRITO

    ReplyDelete
  18. muito bom mesmo, parabens, vou atras desse livro!!

    ReplyDelete