Thursday, January 26, 2012

Meus Momentos No Hospital


Este é o hospital onde o Benjamin nasceu, Williamson Medical Center.

É um hospital pequeno que fica em Franklin, uma cidadezinha pequena que faz parte da grande àrea de Nashville. 

É um hospital particular que fazia parte da cobertura do nosso plano de saúde.


Diferente do Brasil, nós fazemos tudo no mesmo quarto, isto é, o trabalho de parto e a hospedagem. 


Os aparelhos que precisamos para o monitoramento são embutidos nos armários. O quarto tem tudo que o médico e as enfermeiras precisam. Este aparelho acima, estava checando a pressão sanguinea, os batimentos cardiacos, meu e do bebê e as minhas contrações.



Nesta parte acima, também temos um armário cheio de equipamentos para usar quando o bebê nascer.

Aqui, quem tem o trabalho duro, são as enfermeiras, elas são muito atenciosas e dão dicas valiosas. Elas ficam com a gente o tempo inteiro, iniciam o trabalho de parto, ficam com a gente durante as contrações e a médica só aparece quando o bebê estiver quase nascendo, daí ela termina o trabalho de parto, faz os pontos cirúrgicos, dá parabéns e vai embora. 
No Brasil, o médico fica com a gente o tempo inteiro.

Proteção: 

Como segurança os bebês tem uma tornozeleira (que nem presidiário) com código de barras, se alguém tentar roubar, o alarme dispara ao sair do corredor. Eu recebo um pulseira com código de barras com o mesmo número do bebê, as enfermeiras checam toda a hora para evitar trocas, também. 



Olha que lindo! No fim deu tudo certo! Foi parto normal com anestesia epitural, então não senti muita dor! 

Um mês antes do parto, Matt e eu fizemos um curso de dois dias no hospital, recebemos instruções sobre o parto, fizemos um tour pelo hospital, conhecemos os quartos. Foi bem legal!

O hospital fornece uma uma comida balanceada e muito gostosa. Mesmo assim, durante o tour que fizemos, teve casais que perguntaram se poderiam comprar comida de fora do hospital, por exemplo, milk shake, hamburger... humm. Mas eu não cai nessa não!


5 comments:

  1. Oi, Waleska!
    Como vocês estão?
    Que interessante esse método das pulseiras nos bebês. A gente sabe de cada caso, né?
    Teu filho é muito lindo e começo a achar ele parecido contigo.
    Fiquem com Deus.
    Grande beijo :):):)

    ReplyDelete
  2. Oi, Joana!

    Estamos bem! Nos adaptando com a nova vida! Que bom saber que você está acompanhando o blog!

    Saudades,

    Waleska

    ReplyDelete
  3. Quanta diferença daqui do Brasil, hein Waleska?????? Tomara chegue o dia em que em cada apto. tenha todo material necessário ao atendimento dos pacientes independente da necessidade. Vamos orar pela saúde no Brasil.Parabéns!!!!é benção..

    ReplyDelete
  4. leticiaboaventura@hotmail.comJanuary 31, 2012 at 6:21 PM

    Ei Waleska, parabens pelo Benjamin!! Entrei aqui por acaso. Estou em vias de fechar uma temporada de 3 meses nos EUA, e sempre tive vontade de conhecer Nashville. Voce acha que é legal estudar aí? E o sotaque? Eu não queria uma cidade enorme e acho que aí está no ponto...ficaria imensamente grata se puder me responder! Letícia.

    ReplyDelete
  5. Eu acho Nashville maravilhosa, e não tem muitos brasileiros, tem 1 milhão e meio de habitantes, não é tão grande e nem tão pequena. Tem bairros afastados que fazem você se sentir no interior. O sotaque é do sul, mas não mais forte do que outros estados do sul, como Georgia ou Alabama. Você já tem uma escola. Eu trabalho para TFLI (Tennessee Foreign Language Institute)tfli.org, é bem em conta! Qualquer coisa escreva para meu e-mail waleskarehbein@gmail.com

    boa sorte!

    ReplyDelete